Medicina diagnóstica tem relevância de alto impacto para a sustentabilidade do setor de saúde

Medicina diagnóstica tem relevância de alto impacto para a sustentabilidade do setor de saúde

Confira a entrevista com Carlos Marinelli, presidente do Grupo Fleury

5 de junho de 2020

A saúde é uma das áreas que melhor tem feito uso dos avanços tecnológicos. Nos últimos anos, a medicina diagnóstica evoluiu a ponto de permitir que se detecte a probabilidade de alguém desenvolver determinada doença. A evolução da genômica tem permitido que a medicina de precisão e personalizada traga benefícios inestimáveis para a vida das pessoas e para a prática médica e aumente exponencialmente a chance de diagnóstico precoce e de sucesso nos tratamentos.

Com base neste conceito, o Grupo Fleury, com seus mais de 90 anos, tem investido constantemente em inovação e agregado à sua cultura a excelência em gestão como pilar para a sua longevidade. Para Carlos Marinelli, presidente da instituição, conhecimento, combinado com excelência técnica, médica e em atendimento, contribui para manter a competividade e a relevância da empresa no mercado.

Na entrevista a seguir, Marinelli comenta a contribuição para o futuro e as repostas benéficas ao setor trazidas pelo uso intenso de tecnologia; o peso de alta relevância que a medicina diagnóstica tem para a sustentabilidade do sistema de saúde; e como a pandemia da Covid-19 trouxe significado real à palavra prevenção. Confira!

Abramed em foco – O Grupo Fleury tem mais de 90 anos e é considerado um dos maiores e mais respeitados no setor de medicina diagnóstica e saúde do país. O que tem feito para se manter em destaque em um mercado tão competitivo?

Acredito que a consistência da nossa cultura responde por essa trajetória reconhecida que temos. Desde o início, os nossos fundadores, Gastão Fleury e Walter Leser, estabeleceram como compromisso a excelência nas dimensões médica, técnica e em atendimento. 

Esse jeito de ser se perpetuou na nossa instituição atraindo, desde então, profissionais que sempre acreditaram nessas premissas para entregar o nosso propósito de estar no dia a dia das pessoas, provendo saúde e bem-estar para a sua plena realização. Nos últimos anos, agregamos a essa cultura a excelência em gestão também como um pilar que contribui para a nossa perenidade. 

Esse conjunto de atributos permite manter a nossa força competitiva com relevância para nossos colaboradores e médicos, comunidade médica, nossos clientes, pagadores e a sociedade. Temos um ativo de confiança e de atenção ao cuidado que tem grande peso na saúde.

Abramed em foco – Comparando a medicina diagnóstica atual com a que era praticada anteriormente, como vê essa evolução?

A medicina é uma área de conhecimento em evolução contínua e cada vez mais dinâmica, veloz. Hoje vivemos em escala avançada a medicina de precisão e personalizada com base no desenvolvimento da genômica. O benefício para a prática médica e a vida das pessoas é inestimável. Agora, a proteômica surge com sua força e todas as possibilidades de novos avanços.

Outro aspecto relevante é o olhar que toda a sociedade parece agora dar à medicina. A doença começa a dar espaço para a saúde. A palavra prevenção passou a ter um significado real, um processo que já vinha ocorrendo, mas que ganhou força com a pandemia da Covid-19.

Esse contexto torna a prática da medicina ainda mais relevante na vida das pessoas e está contribuindo efetivamente para uma maior sustentabilidade do setor de saúde.

Abramed em foco – Quais foram as maiores inovações implantadas recentemente nas marcas do Grupo Fleury?

O Grupo Fleury vem expandindo sua atuação para além da medicina diagnóstica. Avançamos significativamente em genômica, contando com um portfólio relevante de exames com amplo acesso a pessoas de todo o país por meio de um canal de e-commerce. 

Constituímos uma Plataforma de Negócios em Saúde, com a oferta de soluções cada vez mais voltadas para o cuidado integrado da saúde do paciente. Nesse sentido, grandes movimentos já foram feitos, entre eles o Fleury Day Clinic, para realização de procedimentos de baixa complexidade em ortopedia; e o Centro de Infusões de medicamentos imunobiológicos.

A aquisição da SantéCorp nos inseriu no mercado de gestão de saúde corporativa, com ênfase na oferta por meio de uma plataforma de coordenação de cuidados.

Temos investido significativamente em soluções digitais, um desenvolvimento acelerado há dois anos com a criação do FleuryLab.

Nesse braço de inovação, criamos a plataforma digital de gestão de saúde da SantéCorp e o ‘Campana Até Você’, o primeiro laboratório digital do Brasil, que não tem unidade física.

A partir daí, começamos a conectar tecnologia com todo o conhecimento de saúde que tínhamos. A telemedicina, que estava dentro da plataforma da SantéCorp, deu origem ao ‘Cuidar Digital’, uma versão que permite ao médico prestar assistência a distância aos pacientes. Trata-se de uma plataforma de telemedicina aberta e gratuita para médicos de qualquer ponto do país.

Para nós, a saúde do futuro vai usar cada vez mais tecnologia. Nosso desejo é aproveitar tudo isso para aumentar ainda mais nossa relevância no ecossistema de saúde.

Abramed em foco – O Grupo Fleury lançou dois exames relacionados à Covid-19. Como se deram esses desenvolvimentos diante de um cenário mundial de falta de insumos?

Diante da pandemia da Covid-19, nossos médicos e cientistas desenvolveram em tempo recorde um teste molecular para o novo coronavírus, que foi lançado em meados de fevereiro. Como o mundo já enfrentava severas quebras na cadeia de insumos, naquele momento optamos por não disponibilizar os testes em nossas unidades de atendimento. Eles foram disponibilizados, a preço de custo, em 30 hospitais parceiros, para garantir que pacientes com sintomas mais graves pudessem ter acesso a esses testes. A decisão garantiu que não houvesse rupturas e que o Grupo Fleury conseguisse entregar os resultados em 48 horas, ajudando na conduta dos casos com suspeita da Covid-19.

Além do teste RT-PCR, nossa área de P&D acabou de desenvolver, de forma inédita no mundo, o teste de diagnóstico da Covid-19 que analisa proteínas do novo coronavírus. Além de ser um método altamente confiável e servir como alternativa para falta de insumos do exame RT-PCR, considerado padrão-ouro, esse teste por proteômica se destaca pela maior estabilidade das amostras que podem ser transportadas em temperatura ambiente, ampliando o acesso ao teste a regiões remotas.

Abramed em foco – Quais são os principais desafios que a medicina diagnóstica brasileira enfrenta para se desenvolver?

Estamos vivendo uma situação que é um divisor de águas na saúde brasileira nesse momento. O uso intenso de tecnologia na saúde hoje pode contribuir para o futuro, como a integração de diferentes especialidades médicas aliada ao uso da tecnologia e que pode trazer respostas benéficas ao setor. Ainda, há uma evidente tendência de envelhecimento da população brasileira e a atenção da saúde a grupos de risco, que acentuam as preocupações com a sustentabilidade do sistema. Será cada vez mais importante que toda a cadeia de valor esteja preparada para esse desafio.

O fato é que a medicina diagnóstica tem um peso da mais alta relevância para a sustentabilidade do sistema de saúde. É com ajuda dela que o médico estabelece a melhor conduta clínica para cuidar dos seus pacientes. Isso ajuda a todos e otimiza a utilização dos recursos no sistema.

Abramed em foco – De que forma as novas tecnologias e a telemedicina impactam no acesso ao atendimento, na experiência do paciente e na possibilidade de diagnósticos precoces?

A telemedicina, ainda mais em um momento como o atual de pandemia do novo coronavírus, é um exemplo que evidencia a necessidade de evitar a sobrecarga desnecessária de pronto atendimento de hospitais diante de casos que podem ser solucionados em outro tipo de ambiente. Com os adventos tecnológicos, a comunicação fica mais rápida e capaz de resolver queixas clínicas agudas pontuais de baixa e média complexidades.

No outro extremo, de casos mais complexos, por exemplo, a inteligência artificial já é uma realidade aplicada à medicina personalizada e de precisão. A chance de diagnóstico precoce e de sucesso no tratamento aumentou exponencialmente. E isso demonstra a força da combinação do conhecimento médico com a tecnologia. Definitivamente, estamos fazendo a diferença na vida das pessoas. É isso que importa. 

Abramed em foco – O que o Grupo Fleury espera da Abramed como associação para vencer os desafios do setor para os próximos anos? Em 2020, a Abramed comemora 10 anos de atuação. Qual sua importância para o setor?

A Abramed tem exercido papel fundamental na valorização da medicina diagnóstica no sistema de saúde com uma proposta de diálogo e de convergência entre todas as partes. O protagonismo crescente que a entidade tem alcançado nos inseriu como voz a ser ouvida em todos os fóruns de discussão que buscam um setor de saúde mais sustentável. Esse tom ponderado nos dará relevância ainda maior nos próximos anos.

Associe-se Abramed

Assine nossa Newsletter

5 FILIS Adiamento Comunicado Corona Virus Abramed Home Office