Em entrevista à TV Cultura, presidente da Abramed faz alerta sobre realização de testes de COVID-19 em farmácias

Em entrevista à TV Cultura, presidente da Abramed faz alerta sobre realização de testes de COVID-19 em farmácias

No dia 18 de março, reportagem transmitida pelo Jornal da Tarde, da TV Cultura, noticiou que média de testes para diagnóstico da COVID-19 realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) caiu pela metade. Foram 55 mil exames realizados em janeiro e 30 mil em março deste ano.

Já nas farmácias, a realização de testes rápidos de anticorpos cresceu mais de 50% em 7 dias. Para falar sobre esse aumento, a equipe de jornalismo da TV Cultura entrevistou o presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), Wilson Shcolnik.

“Muitos kits que estão sendo utilizados não têm validação prévia e análise crítica de quem conhece os processos laboratoriais. Infelizmente, é certo que muito dos resultados obtidos não são confiáveis e levam a decisões equivocadas”, alertou.

É importante destacar que cerca de 70% das decisões médicas se baseiam em resultados de exames laboratoriais, a confiabilidade desses exames é fundamental para garantir diagnósticos precoces, precisos e decisões corretas sobre definição e monitoramento de tratamentos.

A realização de exames fora de ambientes altamente controlados, como os observados nos laboratórios clínicos, coloca a segurança dos pacientes em risco, visto que, sem definição clara de como serão feitos os controles de qualidade, torna-se inviável garantir a confiabilidade e utilidade dos resultados desses exames.

          Confira a reportagem na íntegra: https://youtu.be/3UUDHqWRxf4?t=791

Associe-se Abramed

Assine nossa Newsletter

    6° FILIS – Inscrições Abertas! Guia LGPD