Diretor do Comitê de Análises Clínicas da Abramed é fonte na editoria Fato ou Fake do G1

Diretor do Comitê de Análises Clínicas da Abramed é fonte na editoria Fato ou Fake do G1

No dia 13 de agosto, o portal de notícias da Globo publicou uma matéria contestando informações falsas que circulam nas redes sociais que sugerem que os testes PCR são usados para implementar microcristais na glândula pineal e estabelecer controle sobre a população. Especialistas apontaram que o teste é seguro.

Alex Galoro, diretor do Comitê Técnico de Análises Clínicas da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), explicou que a pineal fica no interior do cérebro e não é possível alcançá-la através da coleta do swab de orofaringe. “Os órgãos estão distantes anatomicamente. Não há conexão entre eles sem que haja lesão de algum tecido”, disse ao portal.

Confira a matéria na integram clicando AQUI.

Associe-se Abramed

Assine nossa Newsletter

    6° FILIS – Inscrições Abertas! Guia LGPD