Paulo Chapchap aposta na atenção primária como mecanismo de combate aos desperdícios do sistema

Paulo Chapchap aposta na atenção primária como mecanismo de combate aos desperdícios do sistema

Confira a entrevista exclusiva da Abramed em Foco com o CEO do Hospital Sírio-Libanês

Maio de 2019

Centro de referência internacional de saúde, o Hospital Sírio-Libanês é reconhecido pelo investimento em responsabilidade social, ensino, pesquisa e alta tecnologia. Comandado desde 2016 pelo CEO Paulo Chapchap, a instituição trabalha pela humanização de seus atendimentos e tem forte relevância no setor de medicina diagnóstica.

Em entrevista exclusiva ao Abramed em Foco, Chapchap menciona a dedicação da entidade em manter atualizado todo seu departamento de tecnologia e fala, também, sobre a criação de novos modelos de atuação que integrem as várias modalidades diagnósticas. Cita a importância do médico de família e da atenção primária no combate aos desperdícios do sistema e a importância da Abramed na promoção de interações fundamentais à saúde brasileira.

Confira a entrevista completa.

Abramed em foco: Quais os desafios que enxerga para a medicina diagnóstica brasileira?

Paulo Chapchap: O Hospital Sírio-Libanês enxerga na medicina diagnóstica uma parte fundamental da sua atuação. Essa é uma das suas principais portas de entrada e uma importante fase do ciclo do paciente. Trabalhamos para manter nossa tecnologia de ponta sempre atualizada e, nossa equipe, especializada na assistência e interpretação de resultados. O maior desafio é a criação de novos modelos de atuação que integrem as várias modalidades diagnósticas para agregar valor ao paciente e de novos modelos de negócio que revertam as tendências de insustentabilidade do setor de saúde.

Abramed em foco: Com uma visão da medicina diagnóstica consolidada dentro dos hospitais, acredita que underuse e overuse seguem como práticas a serem combatidas?

Paulo Chapchap: Temos hoje em toda a cadeia de saúde suplementar fenômenos de overuse e underuse. Estamos trabalhando em parceria com outras empresas do setor para criar formas de coibir essas práticas, fomentar a eficiência, aumentar a precisão e evitar os desperdícios dentro da assistência médico-hospitalar.

Abramed em foco: O Sírio-Libanês tem altos investimentos em medicina preventiva, correto? Como vê o papel da medicina diagnóstica, dentro dos hospitais, para garantir uma atenção primária eficiente?

Paulo Chapchap: A atenção primária, no papel do médico de família, é fundamental para orientar o paciente no atendimento básico. Esse médico acompanha o paciente e seu momento de vida, conhece seu histórico e sabe quando é a hora adequada de solicitar exames e quais precisam ser solicitados.  Isso ajuda a aumentar a pertinência do atendimento e evitar desperdícios. Quanto à medicina diagnóstica nos hospitais, deve atuar de forma a integrar dados dos atendimentos ambulatoriais para fornecer insumos ao bom atendimento dos pacientes em todos os pontos da sua jornada ao longo das linhas de cuidado.

Abramed em foco: Firmar parcerias – como por exemplo a parceria que o Sírio-Libanês tem com o Grupo Fleury – é, ao seu ver, um dos caminhos para otimizar custos e garantir melhor acesso da população à toda gama de exames?

Paulo Chapchap: O Grupo Fleury e o Sírio-Libanês são parceiros de longa data, há mais de dez anos, e em várias frentes, como assistência, ensino e pesquisa. Há uma troca de conhecimento entre as duas organizações, permitindo uma melhoria contínua no seu atendimento e atualização constante das equipes técnicas. Atualmente, a parceria está atingindo patamares mais elevados de maturidade, com projetos de atenção primária de saúde e integração de dados diagnósticos e assistenciais.

Abramed em foco: Acredita que o fortalecimento do setor de diagnósticos está diretamente atrelado à inovação tecnológica?

Paulo Chapchap: A inovação é fundamental para a entrega de mais valor ao paciente por parte do setor de diagnósticos. Estudar novas aplicações e avaliar interpretações inovadoras fazem parte desse processo, que está atrelado ao conhecimento científico e ao desenvolvimento de novas tecnologias. É a combinação de conhecimento e tecnologia que promoverá a inovação que impactará a saúde do futuro. Nosso trabalho no Sírio-Libanês é justamente compartilhar nosso conhecimento para fomentar toda a cadeia.

Abramed em foco: Ao seu ver, qual a importância de a Abramed ser uma associação que reúne todos os players do setor, desde grandes hospitais até mesmo pequenos laboratórios?  

Paulo Chapchap: Muito grande. Toda e qualquer área de medicina diagnóstica está intrinsicamente ligada à assistência médica. Não existe uma sem a outra. O objetivo de trabalhar pelo paciente é o mesmo, seja em um grande hospital ou num laboratório pequeno. Convivemos num ecossistema cujo objetivo final é sempre o mesmo: promover a saúde. A Abramed promove interações fundamentais para a saúde dos sistemas de saúde.

Abramed em foco: Por que é tão importante que o setor esteja unido?

Paulo Chapchap: Há muitas coisas que sabemos separados e que podemos amplificar quando estamos juntos. Um setor unido é um setor que amplifica seu pleito a fim de alcançar os objetivos de todos, um bem comum para toda a sociedade.

Abramed em foco: E o que o Hospital Sírio-Libanês espera da Abramed como associação para vencer todos os desafios do segmento?

Paulo Chapchap: A Abramed tem um papel fundamental em falar com todo o setor a fim de alcançar uma sinergia que beneficie a população e promova uma sociedade mais saudável. Além disso, tem se credenciado como a guardiã dos valores éticos e da qualidade da medicina diagnóstico do Brasil.

Associe-se Abramed

Assine nossa Newsletter

5° FILIS Guia LGPD