Quatro em cada dez testes de Covid feitos na rede privada têm resultado positivo

O crescimento da taxa de positividade de covid-19 nos exames realizados em laboratórios privados, foi destaque nos principais veículos de comunicação. Os dados, compilados e divulgados pela Abramed, mostram que a taxa passou de apenas 5,1% na segunda semana de outubro para 39,9% no mesmo período em novembro. Com isso, hoje cerca de 4 a cada 10 exames realizados indicam um diagnóstico para a doença.

A Abramed responde por cerca de 60% de todos os exames realizados pela saúde suplementar no país.

Leia as notícias na íntegra:

Veja

https://veja.abril.com.br/saude/um-susto-esperado-o-que-explica-a-nova-explosao-de-casos-de-covid-19/

Terra

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/covid-19-quatro-em-cada-dez-testes-tem-resultado-positivo-saiba-quando-buscar-exame,500dab3103f7dbbe37586b4c1469e4f4ka1xiayi.html

Estadão

https://www.estadao.com.br/saude/covid-quatro-de-cada-dez-testes-feitos-deram-positivo-na-ultima-semana-mostra-associacao/

O Globo

https://s3.amazonaws.com/static.resources/original_page/621728947c6aaf52f3a7db5222d0a5ef?AWSAccessKeyId=AKIAVXOJ7J3IBUN3XNWG&Expires=1672059005&Signature=mg80y9jQQCgnD6LeNXAnpyh2OdQ%3D

Extra

https://s3.amazonaws.com/static.resources/original_page/199b98e1f87f55ea24c50ef99fe8b0dd?AWSAccessKeyId=AKIAVXOJ7J3IBUN3XNWG&Expires=1672059005&Signature=N%2Bh9H8NKMsJ5nYjYBwoXaoGZb3I%3D

Record News, a partir do minuto 1:51

https://s3.amazonaws.com/media.resources/tv/877136/2022/11/19/20221119_001538-20221119_002037.mp4?AWSAccessKeyId=AKIAVXOJ7J3IBUN3XNWG&Expires=1671627713&Signature=AQjSupEF%2Fg2tPL3RW6AJpGJMW4M%3D

Número de exames de Covid nos laboratórios triplica. Taxa de positividade eleva 400%

A positividade nos exames de Covid-19 na rede privada de medicina diagnóstica continua subindo, segundo levantamento da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (ABRAMED). A taxa de positividade dos exames no período de 5 a 11 de novembro foi de 39,9%. Na semana anterior (29/10 a 4/11) era de 23,1%, passando de 4.276 exames positivos na semana encerrada no dia 4/11 para 21.700 na semana encerrada no dia 11.

O aumento no número de exames realizados também é destaque: passaram de 18.510 para 54.380 no mesmo período, o que significa uma elevação de 194%.

“Os dados nos mostram que na segunda semana de novembro houve um aumento na procura por exames, ou seja, a população foi se testar mais, provavelmente devido ao aumento de sintomas”, explica a diretora-executiva da Abramed, Milva Pagano. “Esse é um comportamento muito importante, pois somente com a testagem segura e com o diagnóstico preciso e correto podemos evitar disseminar ainda mais o vírus. Os testes que fundamentam as estratégias para controle da pandemia no mundo.”

Segundo Milva, a elevação da taxa de positividade nos laboratórios corrobora com o que diz a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), que vem alertando para o aumento significativo do número de casos de covid-19 no Brasil nas últimas semanas, decorrente da circulação da subvariante Ômicron BQ.1 e outras variantes. 

Segundo a SBI pelo menos em quatro estados já se verifica com preocupação uma tendência de curva em aceleração importante de casos novos de infecção pelo SARS-COV-2 quando comparado com o mês anterior.  Há cerca de um mês, os exames realizados pelas associadas da Abramed tinham uma taxa de positividade de 3,7%. 

Confira o histórico abaixo:

Publicado em: 17/11/2022

Covid: taxa de positividade atinge o patamar mais alto dos últimos 3 meses nos laboratórios do país

Os principais veículos de comunicação, como G1, R7, Extra e Record News, noticiaram o aumento da taxa de positividade nos exames de covid-19. Conforme levantamento da Abramed, cujos associados realizam cerca de 60% de todos os testes da saúde suplementar no país, mostram que a taxa de positividade dos exames saltou de 3,7%, no começo de outubro, para 23,1%, na primeira semana de novembro.

G1: https://g1.globo.com/saude/coronavirus/noticia/2022/11/10/covid-19-boletim-da-fiocruz-aponta-aumento-nos-casos-em-quatro-estados.ghtml

R7: https://noticias.r7.com/saude/numero-de-internacoes-por-covid-sobe-em-sp-rj-rs-e-am-alerta-fiocruz-10112022

Extra: https://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/covid-19-taxa-de-positivos-atinge-patamar-mais-alto-dos-ultimos-tres-meses-em-farmacias-laboratorios-do-pais-25606218.html

Record News, a partir de 0:41: https://s3.amazonaws.com/media.resources/tv/877136/2022/11/09/20221109_163019-20221109_163518.mp4?AWSAccessKeyId=AKIAVXOJ7J3IBUN3XNWG&Expires=1670676900&Signature=pxyGrdfnMBXwns%2Bdsub3U1R294M%3D

Positividade em testes de covid-19 salta de 3,7% para 23,1% na comparação entre a primeira semana de outubro e a primeira semana de novembro

A taxa de positividade nos exames de covid-19 cresceu 19,4 pontos percentuais na comparação entre a primeira semana de outubro e a primeira semana de novembro, segundo dados compilados pela Abramed junto às associadas e divulgados hoje, 09/11, no UOL e G1.

A positividade saltou de 3,7% no começo de outubro para 23,1% na primeira semana de novembro. Na primeira semana de outubro (de 1 a 7), foram realizados 21.552 exames, sendo 3,7% positivos. Na semana seguinte, de 8 a 14 de outubro, foram realizados 17.336 exames, com 5,1% de positividade. De 15 a 21 de outubro, registraram-se 18.031 exames, sendo 8,8% positivos. De 22 a 28 de outubro, foram 18.935 exames e 17,3% de positividade, chegando na semana de 29 de outubro a 4 de novembro, quando foram realizados 18.510 exames, com 23,1% de registros positivos. 

Confira as publicações pelos links a seguir.

G1: https://g1.globo.com/saude/coronavirus/noticia/2022/11/08/aumento-de-casos-e-subvariante-bq1-o-que-se-sabe-sobre-surgimento-de-uma-nova-onda-de-covid-no-brasil.ghtml

UOL: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2022/11/09/nova-onda-covid-19-aumento-de-casos-internacoes.htm

Tendência de alta nos casos de Covid é sentida nas internações e nos testes laboratoriais durante o mês de outubro

No dia 03/11, na versão online, e no dia 05/11, no jornal impresso, a Folha de São Paulo noticiou o crescimento dos casos de covid-19 no Brasil, durante o mês de outubro. A Abramed participou da matéria com o levantamento realizado junto às associadas, que apresentou um salto, saindo de 3,7%, na primeira semana de outubro, para 17,3% até o último dia 28, um aumento de 367%, embora o número de exames realizados na última semana seja menor do que o observado no início do mês (de 21.552 para 18.935).

Saiba mais:

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2022/11/casos-de-covid-podem-subir-no-brasil-nas-proximas-semanas-alertam-especialistas.shtml

https://s3.amazonaws.com/static.resources/original_page/b1fe2d259e3c0d07e2c70602f53194a5?AWSAccessKeyId=AKIAVXOJ7J3IBUN3XNWG&Expires=1670847612&Signature=9gib14%2FgUiagyAHvy88MuZ9G9RI%3D

Laboratórios de medicina diagnóstica, de todas as regiões brasileiras, já registram dificuldades em relação ao transporte e abastecimento de insumos

Nos dias 01 e 02/11, a Abramed foi destaque em grandes veículos de comunicação, como BBC Brasil, Veja, UOL, IstoÉ, CNN Brasil, G1, Globo, Estadão, Valor Econômico, Globo News, entre outros, alertando que os laboratórios de análises clínicas vêm registrando dificuldades em relação ao transporte e abastecimento de insumos, como reagentes e contrastes, em função dos bloqueios que impedem o tráfego em rodovias de todo o País.

Acesse as publicações:

BBC Brasil: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-63478430

Veja: https://veja.abril.com.br/saude/anvisa-aciona-ministerios-e-stf-sobre-fluxo-de-itens-de-saude-em-bloqueios/

UOL: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2022/11/02/com-bloqueios-nas-estradas-pacientes-perdem-cirurgias-e-tratamentos-de-cancer.htm

IstoÉ: https://istoe.com.br/com-bloqueios-nas-estradas-pacientes-perdem-cirurgias-e-tratamentos-de-cancer/

CNN Brasil, no minuto 3:58: https://s3.amazonaws.com/media.resources/tv/1185159/2022/11/02/20221102_125444-20221102_125944.mp4?AWSAccessKeyId=AKIAVXOJ7J3IBUN3XNWG&Expires=1670071489&Signature=wXfPcl374giCoEUtn%2FCl%2BVVnKpE%3D

G1: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2022/11/02/bloqueios-de-bolsonaristas-impediram-pessoas-de-viajar-no-rj.ghtml

Globo, no minuto 1:57: https://s3.amazonaws.com/media.resources/tv/358302/2022/11/02/20221102_072022-20221102_072521.mp4?AWSAccessKeyId=AKIAVXOJ7J3IBUN3XNWG&Expires=1670071241&Signature=aZHsbprgm7gyyY8YV%2FIQaI3S42g%3D

Estadão: https://www.estadao.com.br/saude/bloqueios-de-estradas-pacientes-perdem-tratamentos-de-cancer-e-clinicas-tem-baixa-nos-estoques/

Valor Econômico: https://valor.globo.com/empresas/noticia/2022/11/01/bloqueios-j-afetam-abastecimento-de-insumos-em-laboratrios-de-todo-o-pas.ghtml

Globo News, no minuto 1:50: https://s3.amazonaws.com/media.resources/tv/1259190/2022/11/02/20221102_013036-20221102_013536.mp4?AWSAccessKeyId=AKIAVXOJ7J3IBUN3XNWG&Expires=1670070915&Signature=2kJIrl6%2F67IsfU1HFcT8%2FQlCA9Q%3D

Tendência de alta nos casos de Covid é sentida nas internações e nos testes laboratoriais durante o mês de outubro

No último dia 03/11, a Folha de São Paulo noticiou o crescimento dos casos de covid-19 no Brasil, durante o mês de outubro. A Abramed participou da matéria com o levantamento realizado junto às associadas, que apresentou um salto, saindo de 3,7%, na primeira semana de outubro, para 17,3% até o último dia 28, um aumento de 367%, embora o número de exames realizados na última semana seja menor do que o observado no início do mês (de 21.552 para 18.935).

Saiba mais: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2022/11/casos-de-covid-podem-subir-no-brasil-nas-proximas-semanas-alertam-especialistas.shtml

ABRAMED enfatiza o caráter emergencial da situação para evitar a interrupção total da assistência aos pacientes

A Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (ABRAMED), diante dos relatos do prolongamento das dificuldades logísticas que se apresentam neste momento no País, ressalta que laboratórios de medicina diagnóstica de todas as regiões brasileiras já registram dificuldades em relação ao transporte e abastecimento de insumos, como reagentes e contrastes, e até mesmo de amostras coletadas dos pacientes para processamento de exames.

A entidade salienta que exames diagnósticos são fundamentais para a conduta clínica a ser adotada pelos profissionais médicos em cada caso. A situação atual traz risco relevante aos cuidados fundamentais de pacientes portadores de doenças que necessitam de intervenção imediata e contínua.  

A ABRAMED segue alerta e acompanhando os desdobramentos do cenário e, diante dele, enfatiza o caráter emergencial da situação para evitar a interrupção total da assistência aos pacientes.

SOBRE A ABRAMED

Fundada em 2010, a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica – ABRAMED, surgiu num momento de transformações no sistema de saúde brasileiro, entre elas a consolidação de um novo perfil empresarial e o estabelecimento de regulamentações determinantes para o futuro da medicina diagnóstica no país. Esse cen​​ário foi propício para que as empresas com atuação de ponta no país vislumbrassem os benefícios de uma ação integrada em torno da defesa de causas comuns.

A ABRAMED expressa também a visão de um setor de grande relevância socioeconômica, cujo desempenho tem impacto significativo sobre a saúde de parcela expressiva da população.

Segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), nada menos do que 50 milhões de brasileiros são beneficiários potenciais dos serviços disponibilizados pelo setor.

Como instrumento aglutinador de um segmento que mobiliza uma vasta cadeia de valor, a ABRAMED verbaliza os anseios de seus associados, atuando no diálogo com instituições públicas, governamentais e regulatórias, buscando contribuir para o debate nacional sobre saúde e influenciar na adoção de políticas e medidas que levem em conta a relevância da medicina diagnóstica para a população do país. A representatividade da ABRAMED se traduz ainda na parceria com a comunidade científica e no diálogo com as demais entidades do setor e com a sociedade civil.

A ABRAMED conta com associados, que, juntos, respondem por mais de 60% de todos os exames realizados pela saúde suplementar no país. Essas empresas também são reconhecidas por sua qualidade na prestação de serviços, pela excelência tecnológica e pelas práticas avançadas de gestão, inovação, governança e responsabilidade corporativa.

MAIS INFORMAÇÕES À IMPRENSA

Deborah Rezende

Jornalista | Assessora de Imprensa

deborah@dehlicom.com.br

(11) 97020-6159

Só um terço das mulheres conhece fatores de risco para câncer de mama

No mês de prevenção e conscientização ao câncer de mama, os portais IstoÉ e Viva Mais/Uol destacam matéria com dados sobre o câncer de mama no Brasil e no mundo e a importância de as mulheres conhecerem os riscos e saberem quando é necessário iniciar os exames de prevenção, que são fundamentais para a detecção precoce da doença, aumentando as chances de cura.

Conforme levantamento feito pela Abramed junto às associadas, em 2021 foram realizadas cerca de 1,2 milhão de mamografias, cerca de 25% do total estimado de todas as mamografias realizadas no âmbito da saúde suplementar. Os dados mostraram ainda que foram feitas 8,1 milhões de mamografias no país, sendo 4,6 milhões na saúde suplementar e 3,5 milhões no SUS.

Confira as matérias:

IstoÉ: https://istoe.com.br/so-um-terco-das-mulheres-conhecem-fatores-de-risco-individuais-para-cancer-de-mama/

Viva Mais/Uol: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2022/10/18/so-um-terco-das-mulheres-conhecem-fatores-de-risco-para-cancer-de-mama.htm

Testes para varíola dos macacos: veja tira-dúvidas sobre como fazer, onde conseguir e os requisitos

A Abramed foi fonte do portal G1 no último dia 13/08, em matéria intitulada “Testes para varíola dos macacos: veja tira-dúvidas sobre como fazer, onde conseguir e os requisitos”. A publicação traz, de forma detalhada, como funciona a testagem da doença na rede pública e privada do país, ressaltando que a iniciativa privada também se mobiliza para oferecer exames específicos, que ainda não têm o aval da Anvisa. Autorização pode abaixar custos dos testes, que não são cobertos por planos.

Leia a matéria na íntegra

https://g1.globo.com/saude/variola-dos-macacos/noticia/2022/08/13/testes-para-variola-dos-macacos-veja-tira-duvidas-sobre-como-fazer-onde-conseguir-e-os-requisitos.ghtml